Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

Sobrevivência

Colho a maçã amadurecida na tua boca... trepo pela noite como um nome feliz

No peso das palavras que refulgem sobre o teu corpo... digo-te o que perdi...

Falo-te do sangue que escorreu das minhas veias...

Quando sozinho saltei para fora de mim.

Mas vi nas aves um amanhecer...

Vi uma noite adormecida sobre a solidão incandescente

E flori como um floco de neve num jardim ferido...

Vivi como um desconhecido que desce pela tarde onde enforcámos a ausência...voltei...

Voltaste...e eu sobrevivi ao Inverno!

 

2 comentários

Comentar post