Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

E nós...

Neste tempo de suor pousado na testa das estradas Neste caminhar suado pelos restos de um céu sem tempo Vagos mistérios erguem-se nas sombras O tempo arde numa pira de desesperos A terra (...)

Espiral

Vacilam no meu corpo os pensamentos A sordidez das ruas arde-me na alma Antes que o meu olhar se erga...já eu levei o estalo do céu As minhas pálpebras estendem-se pelos murmúrios do vento Q (...)

Os faróis

Nas belas enseadas mergulhamos as ausências Na prece das tardes afundamos o asco Existimos como ventos expostos aos bafos das praias E vamos...de luz em luz...recebendo o murmúrio das cidades.   T (...)

Gaveta de papel...

Ateio a fogueira onde crio os sonhos Barricado em abismos que transponho.   Do bafo das árvores espreitam as noites Sentado no destino enlouqueço os jardins E a morte...disforme...aquece o cachimbo

Cedências...

Cedo-te o meu tempo e o meu outono Cedo-te a casca de cada árvore onde impera o meu nome Cedo-te os segredos do deserto onde o tempo não tem ferrugem E cedo-te a faca...com que me arrancarás (...)

Ave fugitiva

Tombei como uma ave fugitiva Deitado no profundo tempo adormeci Nem me lembrei que há tantas mãos lá fora...no destino A arranhar as comissuras das árvores A morder o sopro das fogueiras A (...)

Êxtase

Todos os vivos seguem esconjurando o bolor dos cadáveres Em fila...sorridentes...perguntam pelos dias dos outros Amam a ilusão com uma ternura de xisto Perseguem a escuridão com dedos de (...)

Vacilante estrela

És sempre tu minha vacilante estrela Que corre para me sentir os braços És sempre tu minha comprida vela Que se ergue de mim para habitar os espaços   Pegar na luz e oferecer a minha claridade

A dor

A dor vai e vem... É um pêndulo movido por fantasmas...   Ah! a insónia...essa altiva sombra a desmembrar os sonhos Essa cisterna de angústias...essa impaciência...essa dissolvição da noite...