Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

Absorção

A tarde. O silêncio nos olhos. O brilho nas memórias. Na ponta do cérebro cintilava a existência de um desinteresse. Era a inércia do cérebro a acompanhar a abstracção do homem. Tudo se (...)

A ponte

Há uma ponte colada às margens do rio É nela que se escondem as palavras e as borboletas... ao anoitecer Há uma melancolia acampada no frio do outono Há folhas de silvados agressivos a (...)

Espelho

Dentro do espelho ficou presa a imagem de um rosto Solitária casca sem tempo nem verdade A boca fala de memórias de luas esquecidas O tempo balança-se nas conchas do outono É altura de (...)

A flor

Tudo mudou...as coisas deixaram de ser coisas...tornaram-se ridículas depois daquele dia em que decidimos que devíamos ser felizes..ou não as portas abriram-se e os nossos corpos que (...)

Cortina...

Vejo as cortinas corridas sobre as portadas de pedra... E não descortino o teu rosto encastrado no escuro do vento É a partida....o inesperado...o sono que te arrasta para te proteger dos (...)