Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

Nenhum nome

I Nenhum nome...nada... apenas a força de ser...gelada... Nenhuma terra...nada....apenas a força de cortar a vida...à espada... II Quando eu morrer...busquem em mim o deserto que já não (...)

Florescer

Na hora em que o sol abre uma ferida nos olhos E os contornos da luz lembram a voz dos ausentes O vento sopra com o som de pássaros metálicos Lambendo as nossas feridas silenciosas Que (...)

Cisma de Vida

Sopram prantos sobre as nossas vestes rasgadas Emoções tiradas à força de pulso Gotas de estrelas cadentes... Mundos sem defeitos que sepultamos num lamento Chão...placenta de escuro dia Quei (...)