Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

Esperam por ti...

Arrastas o triste dia pelo cunho das ruas Onde um sol de lobos amolece a alma Não és mais que um arrastar de mundos Onde és pegado pelos cabelos Em direcção à vingança do futuro... E se (...)

Na eternidade da pedra

Na eternidade da pedra...vejo o pó da vida... No agitar do mar...toda a calma do tempo... Em mim...nada...   O frio que esvazia a alma Não é frio...é apenas ausência... É apenas uma vaga (...)

Os risos

Os risos enchem a distância Os risos são o volume do espaço a ecoar na garganta São ilhas a invocar crepúsculos São a alegria de uma rua a brincar com as crianças São o desabar...das (...)

Impossíveis

Que alívio devemos esperar dos dias que correm sobre tardes sem esperas? Quando surgem as dúvidas como se fossem alvoradas de medo E o vento sopra em caudal de fonte límpida Sobre a nossa (...)

Ai como eu ardo

Ai este espanto a calar a verdura do vale Ai esta pena de pedra a estalar na carne E este sussurro da luz a ecoar no coração E este frio a entrançar a pele Estas asas de grito a bordejar a (...)

Dias...

Olho os dias...até que o céu se esconda na minha alma.   Chamam-me os segredos escondidos do mundo... Mas eu adormeci...   Percorro a minha a estrada... mais como um fim do que como uma viagem.  

Sentir...

Desprezar o tempo...morar muito para além das coisas Sentir no aroma das recordações...os risos Que o luar ainda me trás....

Os sinos..

Na existência de uma sombra cresce um corpo de noite Paira sobre a distância ou... sobre uma fome solitária Como uma ave em fim de jornada...como um tudo nada... Como uns dedos roxos a (...)

O meu pensamento...

Conversava sobre todas as coisas conversáveis. Falava da irrealidade como se estivesse a empurrar para fora de si a impossibilidade das palavras dizerem o que sentia. Marcava a acentuação das (...)