Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

Dissolução

  Eu já sabia que os olhos são o sal e a forma das coisas E também sabia que os olhos são a voz do silêncio Por detrás de cada solidão há um olhar atento Aos pássaros...aos (...)

Um outro tempo

  Falta-me qualquer coisa que não sei Talvez uma vaga...uma manhã...um sol a aquecer-me o olhar Falta-me uma árvore onde possa descobrir as raízes dos dias Posso dizer que já vi muita (...)

A paz...

Se eu soubesse dizer-te quais são os caminhos por onde vagueiam os sonhos Se eu soubesse penetrar na secreta elegia dos silêncios Ouviria certamente os suspiros das pedras ecoando nos (...)

Não!

De cada vez que um fascínio se levanta na madrugada De cada vez que um fogo se acende no peito Logo salta um tumulto de geada E um segredo se acolhe na frente entreaberta da estrada E já lá (...)

Tu e eu..

Tu e eu..serenos...sentados em breves linhas do espaço Planamos...como vozes que não escutam os cânticos naufragados da noite Na névoa escondemos as mãos... Aquelas mãos que o tempo (...)

Amanhã..

Amanhã não sei o que farei Talvez desate em mim o tempo Talvez abafe em mim o tempo Talvez corra em direcção a nada Talvez guarde um poema na gaveta. Alguém me diz que devia (...)

Máscara!

Amanhã...deixarei os meus pés marcados no pó do sossego Amanhã...farei de cada sonho gasto uma escultura Porém...sei que nas minhas mãos não nascerão flores E que o espaço é uma (...)

Há dias

Há dias que o vento é mais longo que o normal Há dias em que o sol açoita a febre das papoilas Nesses dias....sentamo-nos na sombra mais longa do passeio Aproveitamos os pequenos gestos de (...)

Nada temos a dizer...

Lume farto de dias...lume farto de horas... Lume profundamente esquecido pelo acaso das ruas E nós aves...asas partidas ao sonho... E nós perdidos...sonhados pela chama clara dos vulcões Nad (...)

Longe do tempo!

Nascemos felizes e límpidos como clarões Depois..alargámos mares...bebemos marés... fomos por aí Escorremos pelas ruas...como pautas de músicas estranhas E não percebemos... Porque (...)