Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

Todos os dias

Todos os dias ao acordar esperamos que "o dia" seja mais que um dia, que seja uma viagem, que seja um socalco que subimos em direcção à felicidade, e depois... seguimos de mangas arregaçadas, passamos por árvores que não vemos, por despontar de sóis que não nos cegam, por chegar atrasados ao local do nosso contentamento. Gostávamos de abrir a porta que dá para a nossa azia (seja ela qual for) e qual Alice, entrar num palácio mágico onde pudéssemos dar aso às nossas libertações. Gostávamos de ser espaço, imagem, e mesmo até voltar a ter a ilusão de que a vida é mesmo isso, uma ilusão, essa ilusão que deixámos há tanto tempo para trás. Gostávamos que as sombras que nos rodeiam se transformassem num castiçal de luzes coloridas, e que o ardor que nos faz esquecer que temos olhos para ver a beleza,se apagasse,e todas as coisas luzissem como aromas encantados por lindíssimas melodias.

Gostávamos de derrubar paredes e janelas, abrir de par em par o nosso peito angustiado. queríamos até que alguém nos massajasse as têmporas, as costas, o corpo todo... com aromáticas essências mágicas, para que à nossa roda pairasse o aroma da felicidade. Mas engolimos em seco, seguimos, deitamo-nos e amanhã voltaremos a acordar...e a sermos os mesmos.