Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

Poesia e outras palavras.

folhasdeluar

Poesia e outras palavras.

Um olhar

Em cada olhar vive um momento e um sentimento. Cada olhar é um manuscrito e uma suspensão de luz. Longo é o caminho de um olhar. Um olhar vem do fundo do tempo. Percorre uma vereda. Desemboca numa cidade. Cada um é um olhar. Cada um é uma cidade. Um olhar tem interior e exterior. Pode ser cúmplice. Pode ser misterioso. Pode até ser de traição. Um olhar pode alagar-nos. Pode ser um templo. Ou uma fronteira. Guardamos um olhar. Recusamos um olhar. Gravamos um olhar. E somos mais fortes quando entendemos um olhar. Não se negoceia um olhar. Nem se nega a identidade de um olhar. Um olhar pode ser a própria verdade. Pode ser a reconstrução de um caminho. Uma iluminura. Um deslumbrado contorno de felicidade. Ou um templo...onde germina a fé...de quem nos olha.