Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

folhasdeluar

folhasdeluar

Valha-nos santo Orwel.

far-right-marine-le-pen-wins-european-parliament-e

( Foto tirada da net)

 

Marine le Pen já não vai falar na Web Summit. Não concordo. Acho que isto é um acto de falta de solidariedade para com aqueles que ficam privados de praticar a nobre arte de jogar o tomate podre ou ao atira o ovo (podre, se possível). Marine le Pen cuja ideologia é,(embora não o possa dizer), defensora da limitação das liberdades, entre elas a liberdade de expressão, não deveria ser proibida de falar, acho mesmo que precisamos dela para nos lembrar do tempo do sarrafo. Aquele tempozinho em que as nossas liberdades eram cortadas pelo lápis azul e pela Pide. Mas o que me faz confusão é que raio de ideologia está por detrás da Web Summit que leva a que uma política que é vaiada onde quer que vá, venha falar aos portugueses e ao mundo. O que é que ela nos tem a dizer? Será que a xenofobia está ligada à tecnologia? Será que a privação da liberdade está ligada à tecnologia? Ah pois está, é que quer acreditemos ou não, a Web é um imenso lugar onde cabe a ditadura e onde as pessoas se pensam livres, até ao dia em que aparece uma le Pen qualquer que nos atira para o silêncio. Valha-nos santo Orwel.

 

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Folhasdeluar 17.08.2018 17:31

    Começo pelos comunistas. Estes hoje estão em declínio, todos sabemos que a sua mentalidade é ainda a do tempo do staline. Já a Le Pen é um perigo que é preciso expurgar, uma vez que a extrema direita está em ascensão. Quanto ao convidar e desconvidar, isso para mim não constitui problema, já acho mais complicado a mentalidade de quem organiza a summit, não perceber que esta mulher não tem nada a dizer, a não ser exacerbar a xenofobia. Ou será que os organizadores têm a mesma perspectiva da sociedade? Isso é que é perigoso quando se lida com as tecnologias, não foi por acaso que falei em Orwel.
  • Imagem de perfil

    tron 17.08.2018 17:46

    Apesar de ser da geração do spectrum e dos primeiros computadores, esta Summit nunca me seduziu, sobretudo quando eu estava a morar em Chelas e tinha que usar a Linha Vermelha do Metro e esta ficava inutilizada porque estava toda ocupada pelos visitante da Summit e ninguém podia usar o Metro.
    E no ano passado fiquei a "bater mal da bola" quando apareceu um androide que afirmou que as máquinas iam ocupar o lugar dos humanos neste planeta e a Arábia Saudita ainda deu a cidadania a esta "coisa" e a organização e a extrema esquerda ficaram calados sabendo-se o que acontece as mulheres na Arábia Saudita e fico a pensar que esta Summit não é assim tão essencial a Lisboa como é essencial uma boa rede de transportes
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.