Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

folhasdeluar

folhasdeluar

Vento nordeste

 

Vejo o meu perfil numa cratera funda

Vejo um deus de neve numa máscara branca

Vejo um luzir de sal numa noite imensa

E uma pedra...calada...numa dor intensa

Com um braço aceno e com outro calo

Com um dedo aponto e com outro falo

Mas a flor da bala é um segundo lento

Mas a perdição do sono é um entrudo denso

E se um grito aperta e se o mundo estala

E se a mágoa se planta numa aragem rara

É porque o mundo foge é porque a sombra azeda

É porque o lume se acende e o vento brilha

E o longe é perto e o frio é rente

Mas quem disser que o coral é pedra e o vinho é mel

Verá bem longe... um céu sem fundo num país de fel

Onde uma pétala de neve escuta o cair do tempo

E o vento nordeste faz um eco seco..,